Chegou minha carta para Hogwarts... Atrasada!


Olá, Pessoal. Este post é quase que uma continuação para o Páginas de Abril. Preferi fazer uma única postagem falando sobre uma das mais famosas sagas literárias.

A primeira vez que li Harry Potter e a Pedra Filosofal eu tinha uns 11 anos e estava no 5º ano do Ensino Fundamental e foi o único que li da saga. Vi todos os filmes (com certo atraso, também) e agora, depois de pouco mais de oito anos, estou tendo a oportunidade de reler e ler a saga completa.

Quando digo reler refiro-me à Pedra Filosofal, pois não gostaria de pular direto para A Câmara Secreta. Posso disser que foi uma leitura muito nostálgica, vinha em minha mente claramente as lembranças de quando na escola tinha o clube de leitura e decidi ler o livro que dera origem ao filme que eu tinha o álbum de figurinhas e as trocava com minha prima. É... Bons tempos aqueles.  

Pensei que a estória criada por J.K. Rowling não estaria tão viva em minha mente, mas lá estava ela. Não me recordava, entretanto, quão divertida é a vida do bruxinho mais falado no mundo dos bruxos e no nosso também.

Após ter visto todos os filmes e agora, aventurando-me nas páginas escritas por Rowling, compreendo o fascínio pelo qual Harry e companhia estão envoltos.  Uma estória muito bem escrita, com personagens  incríveis e inesquecíveis, sem contar todo o mundo que a autora construiu para as aventuras cobertas de magia, lutas entre o bem e o mal, e sentimentos profundos e admiráveis, ensinando às crianças e os adultos também, por quê não?

Consegui adquirir a saga completa com a promoção imperdível que a SUBMARINO fez no último mês de abril. O único ponto ruim é que não é a capa tradicional, com as ilustrações nas quais figuram o personagem título e elementos que fazem alusão a determinadas cenas dos livros.  A minha edição é aquela lançada pela ROCCO, capas brancas, que de perto não são tão bancas assim, têm um aspecto de envelhecido e lombadas coloridas, e o nome do nosso amigo bruxo em letras douradas. Deixo aqui algumas fotos para vocês terem uma noção do que estou falando. 


CAPA (o nome da editora também é dourado)


LOMBADA


O nome num ângulo que dá para apreciar melhor o brilho da magia (risos).




A abertura de capítulo, simples e as páginas são brancas.

Do livro todo e da saga, também, a mensagem que mais marca é a de que a maior magia não se pode encontrar nos livros, mas sim dentro de nós mesmos, o amor, envolto pela coragem e pela amizade.

Ainda bem que os livros são eternos, e mesmo que minha carta para Hogwarts tenha chego atrasada não tirou o brilho e encantamento do famoso trio de bruxinhos e um mundo que nós faz querer embarcar no Expresso e adentrar de cabeça na magia presente nas páginas e nas telas.

Para o post de hoje contei com a colaboração mais do que especial da minha amiga, Isabela. Obrigado Pretty!

Matheus Gonçalves
Matheus Gonçalves
Matheus, 20 anos, estudante de Direito que mora no interior de São Paulo. Apaixonado por livros, músicas, séries, filmes e cães. Recém abandonado pela saga Crepúsculo e fã de Nicholas Sparks. Nas horas vagas dou uma de cozinheiro, sobretudo doces. Sonho em conhecer o mundo e quem sabe escrever um livro.

Ideval Junior

Capricorniano. Blgoueiro nos tempos livres. Adimirado pela sua Estante. 18 anos.

Mantenha-se Conectado ao Blog